E-commerce e Logística Melhorando os serviços de entrega e elevando o nome das marcas
Imagem de Preis_King por Pixabay

O comportamento do consumidor do e-commerce no Brasil tem mudado de forma significativa nos últimos anos.

Principalmente em tempos de isolamento durante a pandemia do novo coronavírus, sem dúvidas, chegou como um grande influenciador na popularização do comércio por meios digitais.

Se antes o e-commerce era mais focado em quem compra por praticidade, temos agora aqueles que adquirem seus produtos pela internet por uma necessidade.

Um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostra que 92% dos entrevistados já realizaram pelo menos uma compra online durante a quarentena, tendo 8% destes estreado na modalidade com a pandemia.

E como será que o setor de logística se preparou para tudo isso? Nós sabemos que o Brasil, via de regra, tem uma enorme dificuldade quando se fala em fretes, devido à sua alta dependência do meio rodoviário.

No Brasil, com suas dimensões continentais e esforços concentrados nas estradas, a logística pode ser desafiadora até mesmo no varejo físico. Agora, imaginem como é no e-commerce.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Rede Jornal Contábil com a matéria completa.

Facebook Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here