App proporciona logística planejada em conjunto

Publicado originalmente em Jornal do Comércio

App proporciona logística planejada em conjunto
Sartori integrou um grupo de testes que contou com 90 agricultores da Cotrijal /DANÚBIA GOES DOS SANTOS/COTRIPAL/DIVULGAÇÃO/JC

O conceito de compartilhar nunca esteve tão em voga. Transcendendo a mania criada pelas redes sociais, o verbo ganha um significado diferente no mundo dos negócios. Em busca de competitividade, empresas apostam no compartilhamento de estruturas e em ferramentas capazes de encurtar distâncias e simplificar processos.

Consciente desta tendência, a Federação das Cooperativas Agropecuárias do RS (Fecoagro) e 30 cooperativas saíram na frente ao trazer ao agronegócio o conceito difundido mundialmente por empresas como Uber, Amazon e Airbnb.

Lançada no dia 20 de abril, a plataforma SmartCoop deve interligar 173 mil produtores, responsáveis, juntos, por mais de 50% da safra de grãos do Rio Grande do Sul. Segundo o coordenador do projeto, Guillermo Dawson Jr, a diferença é que na SmartCoop a tecnologia está na mão do produtor.

“A plataforma foi construída através da intercooperação entre diversas cooperativas gaúchas e está à disposição dos produtores, visando maior competitividade para ambos. Estamos no jogo e conscientes que este é o caminho para inserir o produtor no ecossistema de inovação digital”.

A ferramenta permitirá ações arrojadas de compra conjunta pelas cooperativas, compartilhamento de máquinas e implementos, e diversas outras ações que proporcionam uma logística planejada em conjunto. “A palavra do momento é compartilhar. Essa é uma ferramenta que traz escala aos produtores e eficiência no uso de serviços. É muita racionalização de tempo e redução no deslocamento físico das pessoas, ressalta o presidente do maior conglomerado de cooperativas gaúchas, a CCGL, Caio Vianna.

Leia também: Tecnologia está revolucionando o setor de transporte e logística no Brasil

Uma das grandes novidades trazidas pela SmartCoop é um gerenciador de compartilhamento de equipamentos. A ideia é que a prática ganhe espaço nas lavouras gaúchas e reduza a subutilização do maquinário das propriedades gaúchas, podendo, inclusive, se transformar em uma ferramenta de renda extra ao agricultor. O coordenador da Rede Técnica Cooperativa (RTC), Geomar Corassa, confia em grandes potencialidades para o projeto.

Mas a SmartCoop traz diversas outras vantagens às propriedades gaúchas. Além de concentrar em um mesmo local milhares de dados e organizar as informações de cada talhão, ela reduz deslocamentos do produtor e dos técnicos.

“São ações focadas em rapidez, que permitem maior presteza e facilitam o planejamento da atividade”, salientou Vianna. Para ele, o lançamento é um momento histórico para o cooperativimo. “Quando entrei no movimento, víamos as demais cooperativas como concorrentes. A criação de grupos como a CCGL inverteu a lógica e começamos a ver as cooperativas vizinhas como possibilidades de ganhos”, lembra. Posição compartilhada pelo presidente da Cotrijal, Nei Mânica. Segundo ele, a ferramenta leva conhecimento e confiança ao homem do campo.

Ao aderir, o produtor passa a receber, em tempo real, atualizações de dados que alimentam um grande banco de inteligência artificial em que decisões essenciais são tomadas de modo a otimizar a competitividade da produção primária. Por exemplo, uma previsão meteorológica de chuva processada no sistema pode acionar ou travar uma aplicação de defensivo, aumentando a efetividade da aplicação dos recursos. Por outro lado, um diagnóstico por imagem via satélite em determinado talhão ajuda o produtor a manejar seu cultivo. Agilidade que pode significar ganhos reais, uma vez que, de posse dos dados, é possível melhorar a rentabilidade.

Outro exemplo vem na hora de pensar a compra de produtos e serviços. A plataforma reúne todos as cooperativas interessadas em determinado item, lança aos potenciais fornecedores a demanda, abre a chamada de compra, compila as propostas recebidas e, assim que o item é escolhido, o sistema informa o vencedor automaticamente.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo sobre o aplicativo que proporciona logística planejada em conjunto, visite o site Jornal do Comércio com a matéria completa.

Facebook Comments Box